Na área da saúde, a melhor forma para o aluno aprender é a prática, certo? Porém, nem sempre é possível essa prática em todas as etapas do processo de aprendizado. Pensando nisso a startup AVP – Active Virtual Patient, de Londrina, criou a solução “Paciente Virtual”, que torna os treinamentos em saúde mais próximos do real e da prática clínica, fazendo com que o aluno tenha a oportunidade de interagir com o paciente, realizar exame físico, analisar exames complementares e desenvolver o raciocínio clínico. Toda a interação é digital, e pode ser feita on ou offline.

A solução é uma plataforma interativa de simulação e usa o conceito de Active Learning, que é uma abordagem de treinamento com recursos de aprendizagem cooperativa. O Paciente Virtual desperta assim, competências importantes para os participantes de uma aula ou treinamento. Para ser o mais próximo do real, o paciente virtual é sempre simulado por um ator, e não simplesmente uma projeção, trazendo em seu papel os diferentes problemas, inconstâncias, sentimentos e perfis, reproduzindo casos clínicos reais. A interação virtual exige do profissional habilidades como conhecimento sobre o problema e reflexão para tomada de decisão assertiva.

Parece simples, mas o conceito vem transformando a realidade dos cursos, solucionando uma necessidade que existia no setor: um método de aprendizagem de grande alcance e interativo para os casos clínicos reais. “É diferente do aluno ler e interpretar um caso clínico, por exemplo. Com o AVP ele vivencia e interage com aquela situação, o que torna a aprendizagem mais próxima do real. Toda situação que é colocada pelo paciente é real, assim como o próprio paciente, que mesmo virtual, é uma pessoa, transmitindo dúvidas e sentimentos”,comenta o diretor científico, Fabricio Nogueira Furtado.

A ideia surgiu há cerca de três anos e hoje a solução está em uso por grandes empresas farmacêuticas, três universidades e também já vem sendo usada por grandes congressos médicos e da área da saúde, podendo ser aplicada para grandes públicos. “Justamente por ter partido de uma demanda de mercado, o Paciente Virtual tem sido tão aceito. Um público de pelo menos 3 mil pessoas já interagiu com a solução durante os cursos e treinamentos”.

Hospitalar 2018

A Active é uma das empresas que integraram o estande Polo da Saúde de Londrina na Hospitalar 2018, maior feira do setor da saúde da América Latina.  Ao todo, 11 empresas representaram Londrina e Região, expondo seus produtos e serviços durante o evento, entre os dias 22 e 25 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo.

O Polo da Saúde de Londrina-PR é um projeto que se destaca pelo envolvimento de diversas entidades, empresas, indústrias e instituições, que promovem ações em prol do desenvolvimento do setor da saúde em Londrina e Região. O polo é hoje referência no Paraná e segue agora para uma nova fase, focada em inovação, visando o futuro e o desenvolvimento de novos produtos, tecnologias, pesquisas, modelos de negócio inovadores e conhecimento, tanto em produtos como em serviços da saúde. Destacam-se as recentes parcerias com Ministério da Saúde e ABDI (Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial), para a criação de Centros de Pesquisa, Prototipagem, Tecnologia e Inovação, além de instituições de ensino superior, incubadoras de empresas, institutos de inovação e hospitais.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *