O Serviço de Hemodinâmica da Irmandade da Santa Casa de Londrina (ISCAL) será reforçado a partir desta terça-feira (8), quando uma nova estrutura preparada para o crescimento da demanda nos próximos anos será inaugurada.

Para o novo padrão de conforto e qualidade, os médicos sócios do serviço investiram mais de R$ 1,5 milhão em obras e outros US$ 650 mil (cerca de R$ 2,1 milhões, pela cotação atual) na compra de um novo equipamento – um Innova IGS 520 da GE Healthcare.

Segundo o diretor da Hemodinâmica da Santa Casa, o médico hemodinamicista Milton Neves Filho, o equipamento é a mais inovadora tecnologia, permitindo alta performance no atendimento às especialidades intervencionistas de cardiologia, radiologia, endovascular e neurologia. Além disso, ele explica que a instalação da segunda máquina permitirá reduzir o tempo porta-balão nos casos de infarto (tempo entre a chegada do paciente ao hospital e a abertura da artéria por meio do cateter-balão). “Este é um ganho fundamental para a vida do paciente infartado”, argumenta.

Demanda

De janeiro a outubro desse ano foram realizados 2.441 procedimentos hemodinâmicos em pacientes dos três hospitais da ISCAL. Uma média de 244 procedimentos mensais, entre diagnósticos e intervencionistas. Praticamente metade deles, 1.199, são exames de cateterismo. Do total de procedimentos, 84% foram pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A nova estrutura tem capacidade para dobrar esses números.

Para não interferir no atendimento aos pacientes dos três hospitais da ISCAL, foi necessário mais de um ano de obras para concluir a ampliação de quase 200 metros quadrados de área física. Com isso, o novo Serviço passa a atender num espaço com 506,78 m².

Esta é a segunda grande reforma do Serviço de Hemodinâmica da Santa Casa que completou 23 anos de atuação na ISCAL em setembro. A primeira foi em 2004.

 

Fonte: http://www.bonde.com.br/saude/saude-e-ambiente/santa-casa-de-londrina-dobra-capacidade-de-atendimentos-de-hemodinamica-427101.html

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *